Cape Town – Roteiro completo para a Capital Sulafricana

Vista aérea de Cape Town
Vista aérea de Cape Town

Olá pessoal! Sejam muito bem vindos! Hoje, eu vou falar para vocês sobre um dos destinos que mais gostei de conhecer nos últimos tempos, a linda Cape Town! Vamos as dicas?!

Cape Town vista de nosso passeio de helicóptero
Cape Town vista de nosso passeio de helicóptero

Quando ir a Cape Town(clima)?

Se você pretende visitar apenas Cape Town, o ideal é ir nos meses de primavera e verão, que vão de outubro a março. Mas se o seu interesse é aproveitar para fazer um Safari, na região do famoso Kruger Park, recomendo tomar cuidado com a escolha do mês, pois as duas regiões possuem climas bem distintos.

Exatamente por isto, nós escolhemos viajar em setembro. Nesta altura, a temperatura estava amena durante o dia e um pouco fria ao longo da noite na Cidade do Cabo, mas no Kruger estava quente ao longo do dia e amena durante a noite, sem sinal de chuva em ambos lugares. Em relação ao Safari, os meses ideias vão de maio a setembro, pois a vegetação precisa estar mais seca para a fácil visualização dos animais. Para mais dicas sobre o Kruger Park, recomendo que LEIA ESTE POST AQUI. Ou ainda este aqui, se sua duvida for sobre hospedagem por lá.

Chegada e saída de Cape Town

Voo para Cape Town

Infelizmente, não temos voos diretos do Brasil para Cape Town. A entrada no país é realizada por Johannesburgo. Antigamente, havia um voo da Varig direto do Rio de Janeiro para Cape Town, reza a lenda que o voo durava apenas 06hs. Já pensou?

Voltando à realidade, a conexão em Johannesburgo é muito fácil, pois o aeroporto é bom e super conectado. A viagem de lá para CapeTown dura pouco mais de uma hora. A saída do Brasil para a África do Sul é obrigatoriamente realizada por São Paulo em voos da South Africa Airways ou da LATAM, mas também há a possibilidade de voar pelas empresas africanas, como a Ethiopian ou a TAAG, que fazem conexão em Addis Ababa ou Luanda, mas penso que são menos interessantes.

Saída do Aeroporto de Cape Town

A saída do aeroporto é super simples e não envolve grande custo, podendo ser feita de taxi ou Uber. O trajeto feito de Uber X custa em torno de ZAR 207(rands), que equivale a aproximadamente R$60,00.Na opção mais cara sai a R$100, 00 aproximadamente.

Outra possibilidade, que eu considero a melhor, é alugar um carro, pois isso irá facilitar grandemente sua locomoção para a maioria das atrações. Vale lembrar que na África do Sul a direção é feita pela mão inglesa, ou seja, motorista do lado direito do carro. Dito isso, eu recomendo que você alugue um carro com câmbio automático. Confesso que a minha maior dificuldade foi com a seta e o limpador de parabrisa, que estão em locais trocados.

Uber Aeroporto Cape Town ao V&A Waterfront
Uber Aeroporto Cape Town ao V&A Waterfront

Para fazer uma cotação em TODAS as locadoras que trabalham por lá, vejam no banner abaixo:

O Básico para Cape Town

Moeda (Casas de Câmbio)

A moeda na África do Sul  é o Rand, sua sigla é ZAR. A cotação em agosto de 2018 girava em torno de R$1 = 3,44 ZAR. As casas de câmbio são fáceis de serem encontradas pela cidade. Eu troquei os dólares que levei em uma agência bancária localizada no V&A Waterfront, bem pertinho da roda gigante.

Visto e Vacinas

O visto para turista é emitido na entrada do país, assim como é feito na Europa. Há a necessidade de apresentar o certificado internacional de vacinação contra a febre amarela. No nosso caso, ele foi conferido em São Paulo, no momento do embarque, e lá em Johannesburgo, no guichê da imigração.

Segurança em Cape Town

Me senti muito seguro por lá, apesar de ter aplicado os mesmos cuidados que tenho aqui no Brasil, como por exemplo carteira no bolso da frente. Não vi nenhum incidente enquanto estive na cidade.

Seguros

Sempre faço um seguro viagem cobrindo desde o dia inicial da viagem até um dia depois do retorno, pois considero de forma preventiva a possibilidade do voo de retorno ser cancelado.

Já tem um tempinho que eu fiz um relato especial sobre este tema e acho interessante compartilhar mais uma vez, se tiverem interesse, CLIQUEM AQUI. 

Para fazer sua cotação e contratar um seguro, clique no banner abaixo, lembrando que se utilizar o código BLOGAVIAGEM5 você ganha 5% de desconto na contratação, e se pagar no boleto bancário ganha mais 5%.

Seguros Promo

Quanto tempo e Onde ficar em Cape Town?

Penso que em 5 dias inteiros, você cobrirá quase tudo que a cidade tem a disposição, além de poder fazer um bate e volta até Stellenbosch ou Franschoek, que são cidades lindas na famosa região das vinícolas. Se puder dispor de 10 dias, você verá tudo que a cidade oferece e ainda poderá incluir algumas noites na região das vinícola ou um passeio pela Rota Jardim. Deixo aqui registrado que a Rota Jardim é um percurso de 800 km que vai de Port Elizabeth a Cape Town, a costa sul do país, passando por todo o tipo de paisagem: praias, montanhas, lagos e florestas.

Já a melhor região para se hospedar na cidade, a meu ver, é a do V&A Waterfront. Nós ficamos no hotel Protea Hotel by Marriot Cape Town Waterfront Breakwater Lodge, que é bem completo e confortável, além de contar com garagem privativa e segurança 24hs.

Caso o hotel acima não tenha interessado e você queira pesquisar um pouco mais, seguem algumas indicações com as melhores opções de preços e acomodações para o dia de hoje.

Booking.com

Como percorrer Cape Town

Para me locomover pela cidade, utilizei um carro alugado com o GPS no telefone celular. Habilitei um plano de dados internacional no meu celular que me serviu muito bem. A cobertura em toda a região era muito boa. Vocês não se decepcionarão. Faça sua cotação clicando AQUI.

Caso você não queira dirigir por lá, a cidade possui opção de ônibus Hop on Hop off.

Principais Atrações em Cape Town

V&A Waterfont

O V&A Waterfront é uma área portuária da Cidade do Cabo, que foi totalmente remodelada e se transformou em um grande polo de lazer e gastronomia. O seu nome é uma homenagem a antiga Rainha Victoria da Inglaterra e ao seu filho Alfred.

Lá, você encontrará uma variedade enorme de atrações, tais como: o Two Oceans Aquarium, uma Roda Gigante, Restaurantes, Casas de Câmbio, os shoppings Victoria Wharf e Alfred Malland Pierhead, mercado V&A Craft Market, hotéis e uma marina de onde saem os passeios de barco. Também é do Waterfront que partem os ônibus do Hop on hop off que fazem passeio pela cidade.

Table Mountain

De todos os cantos da cidade você verá essa impressionante formação rochosa. Ela está localizada em uma área de proteção e faz parte do Parque Nacional Table Mountain, de onde se tem uma bela vista de toda a Península do Cabo. O acesso é bem fácil, podendo ser feito de carro pela rodovia M62 e pela Tafelberg Road. Ao chegar na base da montanha, a subida poderá ser feita a pé através de trilhas ou pelo teleférico.

O teleférico faz uma viagem bem curta, mas com uma visual de tirar o fôlego. O preço da viagem difere em relação ao horário da manhã ou da tarde. Recomendo que você compre com antecipação, a fim de evitar filas, pelo site clicando aqui.

Lions Head, Signal Hill e 12 Apóstolos

Signal Hill- para ter acesso a essa famosa montanha, basta seguir o mesmo caminho que fizemos para Table Mountain. No entanto, ao entrar na rotatória, você irá seguir pela Signal Hill Road até o estacionamento junto ao mirante. Este é o lugar ideal para você assistir o por do sol na Cidade do Cabo.

Lions Head– essa montanha só pode ser acessada à pé. A trilha tem mais ou menos 1 hora de duração. Se quiser dicas mais detalhadas sobre este percurso, veja no site do Bastante Sotaque um relato completo.

12 Apóstolos– são uma cadeia de montanhas que completam a Table Mountain. É possível ver essa formação rochosa principalmente de Camps Bay ou da Lion´s Head. Uma curiosidade é que não são 12 picos, mas 17, no entanto o nome Doze Apóstolos pegou. As montanhas formam um panorama muito bonito.

Camps Bay e Clifton Beach

A praia de Camps Bay fica a poucos minutos da Table Mountain e com acesso pela continuação da M62, através da Camps Bay Drive. É uma das praias mais badaladas da região, com diversos restaurantes, hotéis e mansões. Este lugar tem um super visual, pois está cercado de grandes montanhas, como a Lion’s Head à direita e a cadeia montanhosa dos Doze Apóstolos ao fundo.

Continuando pela rodovia M62 em direção ao centro da cidade, chega-se à Clifton Beach, uma praia menor que Camps Bay, mas tão badalada quanto.

Outras atrações na Cidade do Cabo

Kirstenbosch National Botanical Garden- considerado um dos maiores jardins botânicos do mundo, está localizado a aproximadamente 15 km do centro da cidade, na encosta leste da Table Mountain.

Green Point e Sea Point- são bairros a beira mar. Achei super legar dirigir pela Beach Road e apreciar a orla da Cidade do Cabo.

Cape Town Stadium- este é o estádio de futebol que foi construído na Cidade do Cabo para a Copa do Mundo de 2010. Muito bonito!

Castelo da Boa Esperança- museu e edifício mais antigo da África do Sul. A área do museu abriga uma grande coleção com dezenas de pinturas, artes decorativas, mobiliário, prataria, louças e muitos outros objetos que retratam a vida dos colonizadores da Àfrica do Sul.

Robben Island – é a ilha-prisão onde o ex-presidente Nelson Mandela passou muitos anos de sua vida. O passeio é realizado através de uma balsa que sai do Waterfront e leva 45 minutos para chegar até lá. Caso queira fazer este passeio, indico que compre o ingresso com antecedência pelo site. Se não quiser seguir a dica, vá direto a bilheteria no Waterfront, em frente a Clock Tower.

Não percam

The Company´s Garden – é um jardim fundado pelos holandeses em 1652, onde ficam prédios importantes como Iziko SA MuseumCasa do Parlamento, Tuynhuys (residência usada pelo presidente), Museu de História NaturalPlanetarium, Biblioteca Nacional, Galeria Nacional de Artes, Grande Sinagoga e Centro de Holocausto.

St.George’s Mall- é uma rua de pedestres, cheia de lojas e barracas, no centro da Cidade do Cabo. Alguns dizem ter sido inspirada na rua La Rambla de Barcelona.

Bo Kaap – é o bairro malaio de Cape Town. Ficou famoso entre os turistas devido as casas coloridas. As mais pitorescas se encontram nas ruas Chiappini Rose e Wale.

The Old Biscuit Mill Market (aos sábados ) – um mercado a céu aberto com roupas, artes e muita comida gostosa.

District Six Museum – é um museu bastante simples e pequeno, mas que busca guardar a memória sobre o movimento que forçou a saída de 60.000 habitantes da região denominada “Distrito Seis” durante o Apartheid na África do Sul na década de 1970.

Woodstock Foundry-trata-se de um conjunto de lojas, galerias e escritórios de design bacana com coisas lindas .

Long Street– é uma famosa rua com diversos bares, restaurantes, galerias e tudo mais que tem direito. O trecho mais interessante da rua fica entre as ruas Perth e ShortMarket . Recomendo ter cuidado neste região.

Restaurantes em Cape Town

Os três restaurantes que eu tenho para indicar são os famosos The Test Kitchen, ShortMarket e The Pot Luck Club, todos do mesmo chefe, o inglês Luke Dale Roberts. A comida é contemporânea, sendo que o The Test Kitchen e o The Pot Luck Club possuem uma opção de comida fuse, servindo diversas porções pequenas, o que torna seu jantar uma experiência de sabores variados. Os restaurantes são ótimos!

Minha dica é que você reserve com antecedência, senão correrá o risco de ficar sem lugar. Para isto, basta acessar o site do restaurante clicando aqui, que direcionará para um site externo onde você realizará um pré-pagamento pela reserva. No nosso caso, o pagamento foi equivalente a R$100,00. O valor deve ser cobrado em cartão de crédito – Internacional.

Achei a proposta interessante pois compromete a pessoa com a presença no dia e hora marcados. Uma boa notícia é que o restaurante reembolsa este valor pago no total final da conta. Se você não aparecer eles ficam com o dinheiro – achei bastante justo.

Passeios sugeridos em Cape Town

Passeio de helicóptero – NAC Helicopters

Ao chegarmos no escritório da NAC, localizado no Waterfront, fizemos um rápido checkin e já fomos direcionados para a pesagem e briefing de segurança. Na hora marcada, fomos conduzidos para o helicóptero. O voo teve duração de 20 minutos. Achei incrível o passeio e super recomendo! A cidade vista do alto fica ainda mais bonita! No final, ainda recebemos como lembrança um DVD com fotos e vídeos do passeio. Realizamos a compra do passeio antecipadamente no site deles, mas se quiserem podem comprar pelo site da viator ou comprar direto no escritório do Waterfront.

Chapman´s Peak Drive até o Cabo da Boa Esperança

Este passeio é um dos mais bonitos da região. Então, dedique no mínimo um dia inteiro para fazê-lo. O caminho mais interessante e cênico a ser percorrido é saindo da região do V&A Waterfront (assumindo que você estará hospedado por ali) e passando pelas atrações da cidade, como Green Point, Sea Point, Camps Bay, seguindo pela Victoria Road até chegar a Hout Bay. A visão dali é muito bonita! Em seguida, você pegará o começo da Chapman´s Peak Drive. Cabe informar, que há pedágio nessa estrada.

A região é repleta de montanhas e encostas margeadas pelo oceano Atlântico . O litoral ali parece muito com o da Califórnia, especialmente da Highway 1. Deu até saudade!

Então, siga até Fish Shoek. Neste ponto, será preciso sair um pouco da rota, para chegar até Muizenberg. È lá que está a praia com casinhas coloridas. Retornando para o caminho, você passará por Simon´s Town, uma cidade muito pitoresca e charmosa. Lá, há um porto onde alguns leões marinhos podem ser vistos.

Em Simon´s Town também fica a famosa Boulders Beach, local perfeito para ver os pinguins. A entrada no pequeno parque é paga e você não se arrependerá. A praia é exclusiva dos pinguins, mas existe uma plataforma de madeira que nos possibilita ter uma ótima visão. Cuidado para não se atrasar por aqui, pois ainda teremos que chegar no Cabo da Boa Esperança.

O Cabo da Boa Esperança

Continuando o caminho, você entrará no parque que dá acesso ao Cabo da Boa Esperança. Num ponto mais baixo, perto do litoral – há sinalização na pista – fica a placa que marca o local. Noutro ponto, fica o acesso ao funicular que leva até o farol do Cabo da Boa Esperança. A paisagem ali é lindíssima, o mar é de um azul que eu só vi no Caribe. Há um restaurante e uma loja de souvenirs, mas vocês acharão coisas parecidas com preços melhores no centro da Cidade do Cabo.

É importante informar que o Cabo da Boa Esperança não é o ponto mais meridional do continente africano (o extremo sul do continente) e sim, o Cabo Agulhas.

Groot Constantia

Para os amantes do vinho e da boa comida, a região de Constantia é um prato cheio. Outra grande vantagem é a proximidade da Cidade do Cabo, pois são apenas 18 km de distância. Nós fizemos o passeio guiado com degustação pela vinícola Groot Constantia. O lugar é super agradável e os vinhos valem muito a pena!

Stellenbosch e Franschoek

Eu já falei sobre este passeio num post separado, clique aqui e confira, mas não custa repetir. Stellenbosch é uma cidadezinha pitoresca e toda a região em que ela se localiza é muito agradável de se visitar.

Se puder, coloque alguns dias de estadia por lá e aproveite o lar do vinho Pinotage. Se não puder ficar, faça um bate e volta desde a Cidade do Cabo. São aproximadamente 50km de uma viagem tranquila e fácil. Aproveitem!

Vídeos na Cidade do Cabo

Seguem para vocês alguns vídeos que fizemos em nossa visita a Cidade do Cabo.

Dança típica no V&A Waterfront – https://youtu.be/vXtRrtbl8k4

Fim de tarde visto da Table Mountain – https://youtu.be/hFQXMtZOLdo

Pôr do sol em Signal Hill – https://youtu.be/JbHSI661jnE

E aqui segue o link para nosso canal no Youtube. Aproveitem e se inscrevam por lá.

Veredito

A Cidade do Cabo é um daqueles destinos que a gente não se cansa de relembrar, e promete a si mesmo que um dia vai voltar!

Com que destino eu consigo combinar a Cidade do Cabo

Os destinos mais lógicos para combinar com a Cidade do Cabo são os da Rota Jardim ou da Região das Vinícolas, mas acredito que também seja tranquilo uma esticada até Johannesburgo ou Pretoria, além é claro de fazer o imperdível Safari no Kruger Park. Se você deseja combinar essa viagem com uma visita um país diferente, recomendo uma ida a fantástica Ilha Mauricius.

Para todos eles, eu sugiro que vocês verifiquem nossas dicas aqui no blog.

  1.  Música e dança típica africana
  2. Cidade do Cabo – Guia de Atrações
  3. Cape Town – Dicas básicas para a Cidade do Cabo
  4. Stellenbosch – Guia de viagem
  5. Kruger Park – Safari na Kapama Private Game Reserve
  6. Ilhas Mauricius – Shangri-La Le Touessrok Resort & Spa
  7. Chip de dados em viagens a África do Sul, qual usar?
  8. Vídeo do fim de tarde em Cape Town

Obrigado pela leitura e até a próxima.

Mapa de Cape Town

Veja o mapa com as principais atrações dessa linda cidade.

Obrigado pela leitura e até a próxima!