Bagan no Myanmar – Guia de viagem

Última atualização em

Bagan no Myanmar é uma cidade rica em cultura, crenças religiosas e belezas arquitetônicas. Neste post mostraremos a vocês o que de mais interessante você encontra por lá. Templos, museus, passeios e restaurantes.

A religião oficial do país é o budismo, e grande parte da população é extremamente devota. Seus mais de 2000 templos, são antes de tudo monumentos religiosos. Nossa visita como turista deve sempre observar as práticas e crenças do povo local.

O pôr do sol visto da cidade é de tirar o fôlego. Os templos e estupas (Pagodas) são monumentos construídos sobre os restos mortais de determinada pessoa importante à época de sua construção. Bagan também é conhecida pela produção artesanal de objetos laqueados.

Quando ir para Bagan no Myanmar (clima)?

Os melhores meses para se visitar Bagan são de novembro a fevereiro, onde a umidade estará baixa. Imagina ir para um lugar daqueles para pegar chuva?

Março e abril também são meses pouco úmidos, mas eles podem ser meses extremamente desagradáveis, com temperaturas médias beirando os 40 graus. O calor castigará fortemente a vocês se escolherem essa data. Os demais meses além de quentes serão chuvosos, evitem!

Chegada e saída – Avião e Carro

Não há voos diretos do Brasil para o Myanmar. O mais fácil a se fazer é viajar para Bangkok (via Oriente médio – Emirates, Qatar e Ethiad, ou via Europa/Ásia – quase todas europeias voam para Bangkok, e ainda algumas que tem parceria com a Air China), depois de Bangkok, tomem um voo para Yangon ou Mandalay. Se for pela China, deve conseguir voo direto para Yangon sem passar pela Tailândia.

Nós chegamos a Bagan num voo da Air KBZ, vindo de Yangon. O voo é feito numa aeronave pequena, ATR72. Toda a sua bagagem, exceto bolsas e mochilas pequenas, deverá ser despachada. Tomem cuidado com o excesso de bagagem. A duração do voo é de mais ou menos 2 horas.

O aeroporto de Bagan fica em Nyaung-U, uma vila bem próxima. O voo custava cerca de US$115 por trecho/pessoa.

Quando chegamos, o pessoal da One Stop Travel(nosso receptivo) já nos esperava no aeroporto. Como chegamos cedo, o nosso quarto no hotel não estava pronto, fizemos o checkin no hotel, deixamos as bagagens e já partimos dali para uma primeira manhã de passeios.

Na saída, pegamos o voo também cedo e partimos para Yangon, afim de pegar o outro voo para Chiang Mai.

O Básico para a região de Bagan no Myanmar

Receptivo

Assim como em Yangon, contamos em Bagan com o auxílio do pessoal da One Stop Travel. Minha esposa pesquisou bastante para encontrar essa agência e as pesquisas deram um ótimo resultado. Acertei tudo com eles por e-mail.

Eles possuíam um roteiro pronto para nos sugerir, mas o que foi mais legal é que o Senhor Htet Lynn, ele trabalha na agência em Yangon e conseguiu encaixar os locais específicos que gostaríamos de visitar no roteiro deles.

Em Bagan o pessoal nos pegou no aeroporto em carro com ar condicionado, nos acompanhou por 2 dias de visitas a templos (com direito a explicações detalhadas de cada um deles e garrafinhas de água gelada nos intervalos dos passeios), por fim, um passeio de charrete entre os templos como brinde. No último dia, o pessoal nos levou novamente para o aeroporto.

O serviço não parou por aí, ele se deu ao trabalho de confirmar o nosso passeio de balão e também o nosso voo. Gostei muito do atendimento e recomendo a todos, One Stop Travel é o nome da agência.

Quanto ao preço, pagamos por todo o pacote – tanto o serviço em Yangon quanto em Bagan, além do transfer de chegada e saída – o equivalente a US$50,00 por pessoa/dia. Todas as entradas de locais pagos estavam incluídas neste preço.

Moeda do Myanmar

A moeda corrente no Myanmar é o Kyat (pronuncia-se Chét). Não há Kyats para comprar no Brasil, na realidade eu nem recomendo que você faça isso, uma vez que, se encontrasse, a taxa seria muito desfavorável.

O melhor a se fazer é levar dólares. Assim como na Tailândia as cédulas novas de US$100,00 e US$50,00 são melhor avaliadas, portanto, se conseguir, leve este tipo de cédulas. Na cotação oficial de janeiro de 2019 um dólar americano equivalia a 1526 Kyat (MMK).

Templo Htilominlo - Bagan
Templo Htilominlo – Bagan

Troque o que você prevê gastar durante sua viagem ainda em Yangon, pois a cotação em Bagan é menos favorável para o turista, além de ter menos agências. Em Yangon o nosso guia nos recomendou uma agência no centro que possuía uma cotação melhor.

As coisas no Myanmar são muito baratas, como exemplo, pagamos o equivalente a US$9,00 por dois chips de celular da operadora MPT, com direito a usar 9GB de navegação 4G.

Segurança

O Myanmar como um todo é um país bem pacífico, apesar da pobreza por todos os cantos, nós não presenciamos nada de violência. Em Bagan, a tranquilidade foi maior ainda, a região fica na zona rural do Myanmar, espere encontrar um ambiente tão tranquilo quanto as regiões do interior do Brasil.

Visto e Vacinas

O Myanmar exige dos brasileiros um visto de entrada. O visto é solicitado online no site do governo, que pode ser acessado AQUI, e reconfirmado na entrada do país.

A solicitação do visto é bem simples, uma vez no site você deve preencher um questionário eletrônico, enviar uma foto com fundo branco no formato pedido (nós tiramos as fotos pelo telefone celular), enviar uma cópia do seu passaporte (novamente utilizei o telefone celular), pagar a taxa de expedição no valor de US$50,00 e aguardar o processamento. Eles respondem em até 3 dias úteis.

Atenção! Seu cartão de crédito deve estar habilitado para funcionamento no exterior e deverá possuir habilitado o “Verified by Visa ” ou o “Mastercard Securecode”, que são processos adicionais de segurança aplicados aos cartões de crédito. Para saber se você possui um desses mecanismos, procure o seu banco.

O visto é válido por 28 dias e deve ser solicitado com no máximo 90 dias de antecedência, ele é válido para apenas uma entrada, múltiplas entradas devem ser atendidas por novas solicitações. Uma informação valiosa é que, os postos de entrada no país para portadores do e-visa são:

  1. Aeroporto internacional de Yangon
  2. Aeroporto internacional de Mandalay
  3. Aeroporto internacional de Nay Pyi Taw
  4. Posto terrestre de fronteira de Tachileik
  5. Posto terrestre de fronteira de Myawaddy
  6. Posto terrestre de fronteira de Kawthaung
  7. Posto terrestre de fronteira de Tamu
  8. Posto terrestre de fronteira de Rih Khaw Dar

Durante nossas pesquisas, lemos vários relatos de pessoas que tentaram entrar por outros locais e tiveram problemas.

É exigido para cidadãos brasileiros, a apresentação do certificado internacional de imunização contra a Febre amarela.

Comunicações

Durante nossas férias estivemos conectados pela Easysim4U. O processo para compra é bem fácil e intuitivo, você escolhe o plano que deseja e marca a data de ativação do chip. No nosso caso, quando chegamos em Dubai o chip foi ativado e só desligamos no Brasil. Ele não pegou no Myanmar, mas nos demais países o serviço funcionou muito bem.

No Myanmar utilizamos um chip da operadora MPT, a cobertura dela em Yangon foi perfeita, funcionou 4G ou LTE o tempo todo. Em Bagan, como é uma zona rural, alguns pontos não possuíam cobertura, mas no geral funcionou a contento.

Mesmo não funcionando no Myanmar, acho que vale muito a pena ter o chip para os outros locais da sua viagem. No caso da Easysim4U, depois da compra o chip chegará na sua casa, ainda no Brasil, o que irá economizar tempo e dinheiro, pois você não precisará procurar lojas de telecomunicação nos países a serem visitados. Você já sai do avião usando o celular. Foi muito bom e realmente recomendo. Hoje em dia, eles tem parcerias em quase 200 países. Se tiver interesse em verificar os planos e preços disponíveis, é só clicar na imagem abaixo.

Planos Easysim4uPlanos Easysim4u

Seguros

Graças a Deus não tivemos nenhum imprevisto durante essa viagem. Mesmo assim, eu não viajo sem nosso seguro de viagem. Lembrando que ele deverá sempre cobrir desde o dia de saída do Brasil até o dia em que você retorna ao Brasil.

Hoje em dia, a contratação de seguros de viagem é muito fácil e prática. Sites como o segurospromo.com.br te permitem comparar diversas seguradoras num mesmo lugar. No site, você pode escolher a seguradora que oferece a melhor cobertura para as suas necessidades, sejam elas os melhores preços, a melhor cobertura ou a seguradora de sua preferência.

A contratação é simples e fácil, realizada no próprio site, sem a necessidade de contatos telefônicos ou presenciais. Basta clicar AQUI, inserir os dados de sua viagem, escolher o seguro que melhor lhe atende, inserir os dados dos passageiros e fazer o pagamento. O voucher do seguro chega por e-mail para você logo depois da confirmação do pagamento. Usando o código BLOGAVIAGEM5 você ganha 5% de desconto, pagando no boleto, ganha mais 5%.

Comportamento

Exige-se em todos os templos que se entre descalço, portanto, haverá uma área na entrada dos templos onde você poderá deixar os seus calçados. Recomendo que leve um pacote grande de lenços umedecidos para limpar os pés depois do passeio.

Myanmar Bagan Temples
Passeio de Carroça por Bagan

Hoje em dia, não é permitido subir na maioria dos templos. Mesmo assim, alguns moradores locais nos abordam a todo momento oferecendo a oportunidade de subir em determinado templo. Tanto pela sua segurança, quanto pelo respeito ao templo e às próximas gerações, eu recomendo que você ignore essas ofertas e visite apenas as áreas delimitadas para a visita normal.

Quanto tempo e onde ficar em Bagan?

Pois bem, Bagan é uma cidade bem pequena no interior do Myanmar, a última notícia que eu li sobre sua população era de algo em torno de 50.000 e 200.000 habitantes, levantado por estimativas e não por pesquisa formal.

Tudo fica muito perto, se quiser visitar os principais templos da cidade, recomendo ficar de 2 a 3 dias inteiros na cidade. Você usará dois dias para visitar os principais templos num passeio guiado, e no terceiro pode rodar por conta numa e-bike.

Onde Ficar

A rede hoteleira ainda está em desenvolvimento em Bagan, portanto não espere encontrar centenas de hotéis ou estabelecimentos no airbnb. As opções são escassas, as boas opções mais ainda.

Nós ficamos no Aureum Palace Hotel & Resort Bagan, que é o único hotel/resort situado dentro da zona arqueológica. O hotel é excelente. Ele possui toda a estrutura de um grande resort. Quartos amplos e bem equipados, piscina, área de lazer, restaurante (com direito a jantar na beira da piscina), campo de golfe, locais para prática de esportes ao ar livre, tem de tudo. Eu gostei muito, ainda mais com a oportunidade de estar ali no meio dos templos. Recomendo imensamente. Para fazer sua reserva no hotel, é só clicar neste LINK AQUI.

Outras Opções

Aqui abaixo mostramos um quadro com os hotéis disponíveis na região de Bagan. Um aviso, a infraestrutura hoteleira por ali ainda está no começo do seu desenvolvimento, a oferta não é abundante e as acomodações podem não corresponder ao padrão exigido por você, tome bastante cuidado ao fazer a sua escolha.

Booking.com

Principais Atrações de Bagan no Myanmar

Bagan é conhecida pela sua variedade de templos, são mais de 2.000 atualmente, em sua maioria são templos budistas. Antigamente nos áureos tempos, eram mais de 10.000. A maioria deles datam do período compreendido entre os séculos VII e XII. Segue abaixo uma relação com os que consideramos imperdíveis e alguns detalhes sobre alguns deles.

Os principais templos de Bagan

Templo Ananda – foi construído em 1105 pelo rei Kyansittha, foi recentemente reformado e é um dos principais e mais bonitos templos da cidade.

Templo Ananda - Bagan
Templo Ananda – Bagan

Área de Khamingha – existe um templo com este nome, mas todas as pequenas estupas em torno ficaram conhecidos com o mesmo nome.

Minha linda no conjunto de templos Khamingha em Bagan
Minha linda no conjunto de templos Khamingha em Bagan


Templo Htilominlo – foi construído em 1218 pelo rei Htilominlo, possui 3 andares e 46 metros de altura.

Templo Htilominlo - Bagan
Templo Htilominlo – Bagan

Pagoda Shwesandaw – foi construído em 1070 pelo rei Anawrahta, próximo a ele há um prédio com um grande Buda deitado.

Pagode Shwesandaw - Bagan
Pagode Shwesandaw – Bagan

Pagoda Shwezigon – construído em 1102 pelos reis Anawrahta e Kyansittha. É um dos mais belos da cidade e pode ser visto de longe. Do passeio de balão, ele se destacava dentre os outros por sua cor dourada.

Pagode Shwezigon Bagan
Pagode Shwezigon Bagan

Templo Thatbyinnyu – foi construído em 1150 pelo rei Sithu I, mede 61 metros de altura, e com isso é o templo mais alto de Bagan.

Templo Thatbyinnyu - Bagan
Templo Thatbyinnyu – Bagan

Outros templos em Bagan

Eu gostaria de falar de todos os templos de Bagan, mas são milhares, cada um mais lindo que o outro. A beleza dos templos está não apenas por fora, com seus tons amarronzados e pastéis, mas também por dentro, não deixem de entrar.

Alguns ainda possuem pinturas, ou restos de pintura, que decoravam suas paredes na época áurea de Bagan, além é claro, de cada templo possuir esculturas dos mais variados estilos representando o Buda.

Mesmo não falando de cada um, deixo uma lista dos que visitamos e recomendamos que sejam visitados.

Pagoda Botataung
Pagoda Chaukhtatgyi
Templo Dhammayangyi
Templo Dhammayazika
Templo Gawdaepalin
Templo Gawdaepalin
Templo Gubyaukgyi (Myinkaba)
PagodaKyauk Daw Kyi
Templo Manuha
Templo Mingalazedi
Pagoda Shwemawdaw
Templo Sulamani

Passeio de Balão em Bagan no Myanmar

Essa foi uma experiência maravilhosa que eu recomendo a todos. Foi a nossa segunda vez voando de balão, a primeira foi na Capadócia, na Turquia – veja detalhes CLICANDO AQUI. A empresa que escolhemos foi a Balloons over Bagan. Nós pesquisamos bastante, pois haviam várias disponíveis.

Compramos o passeio com a Viator.com, que vende pacotes de viagem em todo o mundo. Não tem erro.

No dia do passeio saímos bem cedo do hotel (levem um agasalho pois cedinho é meio frio) num ônibus dos anos 1930, achei muito legal! Ao chegar no local da decolagem (pode variar por conta da direção do vento), vocês são divididos em grupos e cada pessoa/casal/grupo vai para um balão diferente. Nessa hora conhecemos o piloto do nosso balão. Ele faz um briefing com os procedimentos de voo e de segurança, pouco tempo depois os balões começam a ser inflados e decolam.

A experiência do voo do balão é sensacional, você voando mas sem aquele barulho de motor ou turbinas. A visão dos templos lá de cima é sensacional. Ao final, há uma pequena comemoração com direito a champanhe/suco e a emissão dos seus certificados de voo no balão.

No final o pessoal entrega cada um dos passageiros no seu respectivo hotel. Não percam essa experiência maravilhosa.


Outras opções

Recomendo como uma oportunidade de conhecer a cultura local, que visitem ao menos um dos mercados da cidade, ou o de Nyaung-U ou o de Old Bagam. Não é uma atração “feita” para turistas, é o mercado onde eles compram as coisas para consumo próprio. Por este fato, só de ver que vocês são turistas, vão tentar te empurrar um monte de coisas, leve o que achar pertinente.

Aluguel de e-bike

Nós ficamos em Bagan 3 dias inteiros. Em dois dias fizemos passeios com o pessoal da One Stop Travel e no último dia nós ficamos livres e alugamos uma bicicleta elétrica(e-bike).

Há lojas na cidade anunciando aluguel de um dia inteiro por US$5,00, nos hotéis também havia essa opção, porém, pagando entre US$10,00 ou US$ 15,00. Considerando que você necessitará de um transporte para buscar e voltar para o hotel no fim do dia, talvez o aluguel no hotel valha a pena.

Passeio de e-bike pelos templos
Minha linda por entre os templos de Bagan no Myanmar

As e-bikes andam devagar e geralmente no canto da pista. Tomem todos os cuidados que são necessários para o uso seguro destes veículos. Não lembro de ter passado de 30km/h, apesar disso, é bom tomar cuidado.

O passeio foi bem agradável, percorremos uma extensa área lotada de templos sem um roteiro específico. Eu usei o Google maps para marcar os templos que gostaria de visitar em Old Bagan, New Bagan ou próximo a Nyaung-U e simplesmente fomos. Gostei muito e recomendo a todos que também o façam.

Restaurantes em Bagan

The Moon – é um restaurante e café, ele também é conhecido como Be Kind to Animals, conta com um menu vegetariano típico do Myanmar . Para informações liguem +95 9 430 12411.

Star Beam – é um restaurante de culinária do Myanmar, mas também serve pratos típicos asiáticos e europeus. Para informações liguem +95 9 970 616476.

Black Bamboo – é um restaurante/café com comída típica do Myanmar, mas serve pratos de comida tailendesa e alguns com influência ocidental. Para informações liguem +95 61 60 782.

Myo Myo Myanmar Rice Food – oferece comída típica do Myanmar num grande buffet, possui também opções a la carte.

Vídeos de Bagan

A seguir nós selecionamos dois vídeos de um fim de tarde na torre de observação do Aureum Palace em Bagan. Divirtam-se!

Mapa de Bagan no Myanmar

Segue aqui para vocês um mapa de Bagan no Myanmar,

Veredito

Essas férias vão deixar saudades. Fiquei apaixonado com este lugar, Bagan me surpreendeu enormemente. A despeito da falta de estrutura da cidade, dá para fazer uma viagem muito legal, alinhando conhecimento, espiritualidade e lazer. Um dos pontos positivos é com certeza o povo do Myanmar, muito simpáticos e prestativos.

Se tiver uma outra oportunidade, com certeza voltarei!

Com que destino eu posso combinar uma visita Bagan no Myanmar?

A opção mais lógica para combinar uma visita a Bagan, é visitar também os demais países do sudeste asiático, como: a Tailândia, o Cambodja, o Laos e o Vietnam.

Aproveite os preços baixos de estadia e alimentação em toda a região e faça valer o seu investimento na parte mais cara da viagem – a passagem. Dá para rodar por todos estes países usando empresas low cost de aviação.

Por falar nisso, já viram nosso post sobre Ko Phi Phi? Espero que gostesm. CLIQUEM AQUI.

Outros destinos dessa viagem

Nessa viagem nós visitamos além dos Emirados Árabes Unidos, a Tailândia, o Myanmar e o Cabodia.

Aproveite e veja aqui abaixo os posts que já publicamos sobre cada uma das cidades, à medida que for escrevendo novos posts eu atualizo a listinha. Obrigado pela leitura.

Dicas de viagem sobre Bangkok na Tailândia;

Dicas de viagem sobre Yangon no Myanmar;

Dicas de viagem sobre Bagan no Myanmar(este post);

Dicas de viagem sobre Chiang Mai e Chiang Rai na Tailândia;

Dicas de viagem sobre Krabi Ao Nang na Tailândia;

Dicas de viagem sobre Ko Phi Phi na Tailândia;

Dicas de viagem sobre Siem Reap no Cambodia;

Dicas de viagem sobre Abu Dhabi nos EAU;

Dicas de viagem sobre Dubai;



Confira aqui 9 dicas para organizar sua viagem para Bagan no Myanmar

1Planeje sua viagem com antecedência, quanto mais perto da viagem, mas caro sairá sua viagem.
2Vejam nossos posts no blog para auxiliá-los no planejamento.
3Reserve sua hospedagem no booking.com e garanta os melhores preços, reservando aqui pelo blog você não paga mais nada por isso e ainda ajuda a manter este conteúdo sempre atualizado. Clique aqui e confira.
4Se for alugar um carro, use um site que te disponibilize as melhores locadoras do mundo todo. Em nossas viagens eu uso sempre a rentcars.com. Clique aqui, faça um orçamento e reserve. 
5Nunca viaje sem seguro viagem, especialmente para fora do país, alguns casos além de seguro eles disponibilizam assistência, o que te economiza um tempo e evita contratempos. Clique aqui e faça já o seu. Usem o código BLOGAVIAGEM5 e obtenham 5% de desconto na contratação. Se pagarem no boleto ainda ganham mais 5% de desconto.
6Se você é como eu e não vive desconectado, o ideal é contratar um plano de voz ou dados. Recomendo que vejam os planos da Easysim4U, clicando aqui.
7Use um aplicativo organizador para sua viagem, como o Tripit ou o Checkmytrip.
8Veja  também nossas redes sociais: @blogaviagem no Instagram, @blogaviagem no twitter, Blog a Viagem no Facebook, veja nosso canal no Youtube
9Divirta-se, sempre!