Estocolmo na Suécia – Dicas e roteiro de viagem

Estocolmo, dicas de viagem e guia completo

Por @blogaviagem em 08/2018

Hoje falarei um pouco sobre Estocolmo, a vibrante capital da Suécia, ela é também a maior cidade do país. A arquitetura da cidade é interessantíssima, pois ela se localiza sobre 14 diferentes ilhas. A cidade com sua região metropolitana tem cerca de 2milhoes de habitantes.

Há quem a conheça como a Veneza do Norte, pela sua geografia entrecortada, mas há que se dizer, fora a água, não tem muita semelhança.

Quando ir (clima)?

Aqui há uma pegadinha, há quem vá para Estocolmo com o intuito de também ver a famosa Aurora Boreal. A época de ver a aurora boreal é diferente da época boa de se visitar Estocolmo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os melhores meses para se visitar Estocolmo para mim são maio e junho. Onde os índices pluviométricos ficarão baixos e as temperaturas não serão tão baixas. Quer dizer, em maio a temperatura mínima pode chegar na casa de 5ºC, mas ao longo do dia dá uma esquentada. Em junho (quando fomos) os dias são agradáveis e de noite esfria um pouco, mas nada que um casaco leve não resolva. Nos outros meses do verão, as temperaturas ficam melhores, mas, os índices pluviométricos são os maiores do ano, se arriscar, pode ser que pegue uma chuva num dia ou outro.

 

Se o seu interesse for assistir as famosas Northern lights, conhecida por nós aqui como aurora boreal, o frio não será problema. As melhores épocas para isso vai entre o final de agosto até o meio de abril. Sendo que a melhor época mesmo é do final de setembro ao final de março (justamente outono e inverno).

Um porém, não vá para Estocolmo esperando ver a Aurora Boreal, a coisa toda acontece muito mais para o norte, e não apenas na Suécia, também pode-se ver no Alasca, Canadá, Noruega, Finlândia, Islândia, Groenlândia e Rússia.

Chegada e saída

Apesar deles terem uma rainha com origem brasileira, ainda não há voo direto do Brasil para a Suécia. O jeito então é usar uma das tradicionais européias, Hoje temos a TAP, Air France, British, Lufthansa, KLM que servem bem estes trechos. Recentemente a Norwegian da vizinha Noruega conseguiu autorização para voar para o Brasil, mas ainda não divulgou seus planos para o país. Se abrirem uma rota passará a ser uma opção interessante(o serviço dela é excelente).

Nós fomos de Air France até Zurique, e depois de visitar a Suíça nós subimos para a escandinávia usando as low cost/low fare de lá, como a excelente Norwegian ou a Scandinavian Airlines (não tão low fare assim).

Veja as promoções disponíveis aqui abaixo:

Avião

O aeroporto Internacional que serve a capital sueca é o Arlanda Internacional Airport (ARN), e fica a aproximadamente 45km do centro da cidade. Para acessar o aeroporto temos algumas boas opções, cabe a você avaliar a melhor opção para o seu caso. Segue abaixo uma tabela com o comparativo (preços consultados em julho de 2018):

Euros SEK R$ OBS
Taxi (Por trecho)  €    72,00  R$   306,00
Uber X (Por trecho)  $  489,00  R$   205,00
Uber Black (Por trecho)  $  539,00  R$   225,00
Uber XL (Por trecho)  $  769,00  R$   322,00
Arlanda Express (Ida e Volta) $540/$504 R$225/R$211 *Bilhete remarcável por pessoa/bilhete não remarcável por pessoa

Lembrando que para pedir uber por lá você precisará de ter um celular habilitado, portanto, recomendo fortemente que verifiquem a possibilidade de utilizar o serviço da EASYSIM4U, que você já sai do Brasil com seu chip pronto para uso.

No caso de decidirem ir de trem, não haverá trânsito, além do trem fazer o trajeto em poucos minutos e te deixar no centrinho de Estocolmo. De lá você pega facilmente um taxi para qualquer ponto da cidade. Só fiquem espertos quanto a localização de sua hospedagem, para não pagar duas vezes pelo serviço sem necessidade. O site do Arlanda Express é o seguinte https://www.arlandaexpress.com.

Trem

Há quem opte por encarar 06:39 horas de viagem entre Oslo e Estocolmo, ou ainda 06:19hr de viagem de Copenhagen com duas baldeações. Para estes poucos fortes, o site da empresa nacional sueca de trens é o https://www.sj.se/en/home.html#/.

Os preços das passagens das principais capitais seguem abaixo (preços consultados em julho de 2018):

Trecho Não remarcável em SEK Remarcável em SEK Reembolsável em SEK
Oslo – Estocolmo (2nd Class)  $ 465  $ 563  $ 705
Oslo – Estocolmo (1st Class)  $ 695  $ 789  $ 931
Copenhagem – Estocolmo (2nd Class)  $ 515  $ 610  $ 712
Copenhagem – Estocolmo (1st Class)  $ 827  $ 922  $ 1064

O Básico para Estocolmo

Moeda (Casas de Câmbio)

A moeda corrente na Suécia é a Coroa Suca (SEK), infelizmente não aceitam euros ou dólares no comércio local. Porém, o câmbio é muito fácil. Dada a proximidade com a UE (União Européia), recomendo que considerem levar Euros para lá. Eles sempre precisarão e terá uma cotação atrativa nas casas de câmbio.

Visto e Vacinas

A união européia incluindo os países da escandinávia, fornecem o visto de entrada para turistas ao entrar no primeiro país da área comum. Portanto, a não ser que você tenha alguma dívida séria com a justiça ou os agentes de imigração não gostem muito de você, não haverá dificuldades. Por lá não se exigem certificados de vacinação.

Segurança

Preciso falar? Ah tudo bem, a Suécia é um dos países mais seguros do mundo. Até 2016 ela ocupava a 14ª posição no ranking do IDH (ranking elaborado entre os 188 países que compõem a ONU que mede a qualidade de vida da população). Uma comparação rápida, o Brasil no mesmo ano ocupava a 79ª posição. Não se assustem, mas cuidados básicos de segurança valem para todos os lugares do planeta.

Seguros

Já tem um tempinho que eu fiz um relato especial sobre este tema e acho interessante compartilhar mais uma vez, aqui eu conto sobre o dia em que eu tive uma infecção de garganta e fiquei de cama um dia e meio. Além é claro de ser obrigatória a contratação de seguro para visitar o espaço SCHENGEN. Se tiverem interesse em verificar o POST, CLIQUEM AQUI.

Seguros Promo

Dicas

O passeio por lá sairá bem caro, o custo de vida na escandinávia como um todo, assim como Suíça e Inglaterra é bem maior que no resto do continente. Minha dica é se organizar a tal ponto que você consiga ter um orçamento limitado por dia, por exemplo, separe x euros para gastar por dia. Se num determinado dia sobrar algum, você usará nos demais dias; se faltar, nos demais dias deverá economizar.

Outra dica é usar a antecedência a seu favor, quase tudo que você comprar com antecedência sairá mais barato. Algumas passagens, especialmente de trem, hospedagem e passeios. Portanto, se já tiver data para a viagem, se antecipe e aproveite os descontos da antecedência.

Quanto tempo e Onde ficar em Estocolmo?

Estocolmo é uma capital linda e vibrante, com muita coisa para se fazer, porém, se enquadra na categoria das capitais médias européias. Dá para ver os principais pontos de interesse com 4 dias INTEIROS por lá. Se quiser explorar o entorno da cidade podem adicionar mais alguns dias a sua visita.

A cidade é muito bem servida de transporte público, minha recomendação é, se você não tiver uma preferência por um hotel específico, fique num hotel barato e perto de uma estação de metrô. No nosso caso ficamos no Ibis Style Estocolmo Odeonplan. A Região onde está o hotel é residencial, super tranquila. O Hotel fica muito conveniente perto de uma estação do metrô, que por sua vez, fica a 3 estações do centro de Estocolmo. Achei que vale muito a pena.

Volto a lembrar, a cidade é muitíssimo bem servida de infraestrutura, inclusive hoteleira. Caso o Ibis não atenda aos seus requisitos, sugiro que veja aqui abaixo as melhores sugestões de hotelaria para o dia.

Booking.com

Como percorrer Estocolmo

A dica principal para percorrer a cidade é utilizar transporte público e andar a pé, a cidade é relativamente plana e bem servida de metrô, trens de superfície, ônibus e barcos. Nós pegamos um hotel com fácil acesso ao metrô, e digo, foi muito bom. Pagamos menos na hospedagem e mesmo assim ficamos muito bem localizados. O tempo de deslocamento para as principais atrações não era de se assustar. Além de que, Estocolmo é uma cidade linda, e você só vai conhecer realmente andando.

Eu particularmente gosto muito de caminhar pela cidade, mesmo em locais pouco turísticos. Aqui não foi nada complicado.

Principais Atrações

Imperdíveis

Museu Vasa (Vasamuseet), Vasa é o nome do navio aí das fotos abaixo, ele foi um navio de guerra sueco do século XVII que afundou quando deixava o porto em sua primeira viagem. Ele ficou ali sem ser importunado por 333 anos, e depois deste tempo foi recuperado, restaurado e exposto neste lindíssimo museu. Aliás, o prédio foi construído só para recebê-lo. Atualmente é o museu mais visitado em toda a Escandinávia. Se você só tiver tempo de ver um local em Estocolmo, vá ali.

Museu Nórdico (Nordiska musset) – este museu é destinado a história do povo sueco e de sua cultura. O próprio prédio já é uma atração à parte, mas as obras merecem mesmo ser visitadas.

Nobel Museum – É o museu dedicado ao Prêmio Nobel e aos digníssimos recebedores do prêmio. Achei muito interessante.

Museu Nacional (Nationalmuseum) – É o museu de belas artes da Suécia, vale muito a pena, em especial para ver as grandes obras dos pintores mais conhecidos e dos pintores escandinavos, que são bem mais comuns por lá, e não deixam anda a dever para os outros pintores.

Ilha Gamla Stan – Nessa simpática ilha você encontrará diversas atrações e para mim é um dos melhores lugares para você conseguir boas fotos enquanto estiver na cidade. É a ilha da cidade velha, prepare os cliques.

Skansen – Este é um museu a céu aberto, que ainda inclui um jardim zoológico. A idéia era mostrar o modo de vida da Suécia durante os últimos séculos. Ele é um museu grande e rende uma boa caminhada. Achei interessante que eles caracterizam inclusive as pessoas como elas se vestiam na determinada época. Vale muito a visita. Existem museus semelhantes em Oslo e em Bergen, mas gostei muito deste aqui.

Imperdíveis

Palácio Real – É ainda a residência oficial dos monarcas da Suécia. Não deixem de visitar os aposentos reais e museu Gustavo II. Ele se destaca na cidade velha, Gamla Stan, e é uma das atrações imperdíveis da cidade, se quiser você pode assistir a troca da guarda diariamente às 12hs.

Ilha Djurgarden – Aqui se concentram várias atrações como e vale uma caminhada por esta agradável vizinhança como o Nordiska museet, Vasamuseet, Skansen, Abba Museum e parque Grona Lund. Você gastará seguramente um dia nesta ilha.

Palácio Drottningholm – É uma residência particular da família real sueca localizada na ilha de Lovon. O palácio é lindo e de fácil acesso, apesar de ser meio longe. Para chegar vocês irão de metrô até um ponto e ônibus até lá. O legal é que tem uma programação do horário dos ônibus informada em cada ponto, com atualização automática, muito preciso.

Museu Abba – Precisa descrever?

Outras atrações

Outras atrações que se destacam, mas não são menos importantes seguem na relação abaixo:

Prefeitura de Estocolmo, Parlamento Sueco, Câmara Municipal (Stadshuset), Kungsträdgården Scen, Birger Jarls Torn, Parque Grona Lund, Teatro dramático Real, Sergels Torg, Igreja Alemã ou Germânica, Igreja Riddarholmen, Igreja Gustaf Vasa, Ilha Skkepsholmen, Sky View no Ericsson Globe, Passeio de barco – incluído no Stockholm card, Elevador Slussen.

Roteiros Sugeridos

Minha dica aqui é fazer passeios próximos uns dos outros no mesmo dia. Aqui funciona bem pensar em qual ilha visitar em que dia, ou quais ilhas, por haver a possibilidade de uma ilha pequena ser pouca coisa para um dia apenas. Olhando no mapa fica fácil de se programar.

Ingressos

Uma opção interessante para quem gosta de se programar com antecedência e garantir bons lugares, garantir disponibilidade e às vezes até furar filas é comprar os ingressos para as atrações com o pessoal do Tiqets.
Segue abaixo um quadro com algumas das principais atrações de Estocolmo, clicando no quadro você poderá comprar diretamente seus ingressos.

Mapa de Estocolmo

Segue aqui para vocês um mapa com as principais atrações e pontos de interesse em Estocolmo.

Veredito

Estocolmo é uma capital linda, vibrante, com várias opções tanto para quem curte a natureza, quanto para quem curte se empanturrar de cultura. Há opções diversas para todo mundo. Recomendo muito para quem puder conhecer esta cidade.

Fomos com o intuito de visitar apenas a capital, mas ainda quero voltar para tentar ver a Aurora Boreal, mas ainda é um plano para o futuro, e que deve ser desenvolvido. Se for, talvez entre por Estocolmo para rever alguns pontos dessa linda cidade.

Outros posts sobre a Europa

A Europa é um continente encantador, dá para você planejar quase todos os tipos de viagem que desejar. NEstes nossos anos viajando por aí, se tornou meu destino favorito, deixo então para vocês os nossos outros posts sobre o continente europeu, CLIQUE AQUI e confira.

Espero que tenham gostado do post. Agradeço pela leitura.

Até a próxima.


Confira aqui 8 dicas para organizar sua viagem

1 Planeje sua viagem com antecedência, quanto mais perto da viagem, mas caro sairá sua viagem.
2 Vejam nossos posts no blog para auxiliá-los no planejamento.
3 Reserve sua hospedagem no booking.com e garanta os melhores preços, reservando aqui pelo blog você não paga mais nada por isso e ainda ajuda a manter este conteúdo sempre atualizado. Clique aqui e confira.
4 Se for alugar um carro, use um site que te disponibilize as melhores locadoras do mundo todo. Em nossas viagens eu uso sempre a rentcars.com. Clique aqui, faça um orçamento e reserve. 
5 Nunca viaje sem seguro viagem, especialmente para fora do país, alguns casos além de seguro eles disponibilizam assistência, o que te economiza um tempo e evita contratempos. Clique aqui e faça já o seu. Usem o código BLOGAVIAGEM5 e obtenham 5% de desconto na contratação, e se pagarem no boleto ainda ganham mais 5% de desconto.
6 Se você é como eu e não vive desconectado, o ideal é contratar um plano de voz ou dados. Recomendo que vejam os planos da Easysim4U, clicando aqui.
7 Use um aplicativo organizador para sua viagem, como o Tripit ou o Checkmytrip.
8 Divirta-se, sempre!