Dicas de viagem para Havana – Cuba

Dicas de Viagem para Havana – Cuba.

Por @blogaviagem em 03/2018.

Olá pessoal, como estão?. Espero que bem. Depois de um longo tempo sem escrever pois estávamos em viagem para Cuba, eis o primeiro post com dicas sobre Havana, a capital cubana. A cidade é muito bonita, chama atenção pela arquitetura do casario e contraste provocado em alguns casos pelo estado de conservação de algumas casas. Uma coisa boa, Havana é uma cidade extremamente segura, assim como todo o país, difícil até de acreditar dadas as condições do seu povo, além de ser um lugar realmente muito fotogênico, com todos os carros antigos passando por essas ruas. É meio clichê, mas é isso mesmo, uma viagem no tempo.

Sem mais delongas, vamos às principais dicas sobre este destino maravilhoso.

 

Igreja de São Francisco - Havana
Igreja de São Francisco – Havana

Quando ir?

A temperatura em Cuba é mais ou menos estável, é difícil baixar de 20°C – durante todo o ano. No verão – hemisfério norte – as temperaturas médias ficam próximas de 30°C. Já no inverno ficam perto de 25°C, mas isso tratando-se de médias. No verão você pega muito mais que isso nos dias mais quentes e no inverno também pegará dias acima de 30°C. O que vai definir a melhor época para ir é o regime de chuvas, a meu ver ninguém viaja para pegar chuva ou voltar com fotos debaixo de guarda-chuva e com capa. Então, se for para lá vá entre novembro e abril.

Ouvi de uma guia do Palácio de Los Capitanes Generales que em fevereiro o clima é mau – estava bem quente mesmo – mas no meio do ano o clima é diabólico. Fica muito quente mesmo.

Clima em Havana - A Legenda da direita deve ser comparada com as barras verdes, refere-se aos milímetros de chuva previstos para cada mês. A legenda da esquerda deve ser comparada com as duas linhas de temperatura, expressa em graus celsius.
Clima em Havana

Chegada e saída

Nossa chegada e saída foi com transfer privado que contratamos diretamente aqui do Brasil. Chegamos em Havana e fomos direto de taxi para Varadero, uma viagem de 2 horas e pouco. Super tranquila. Voltamos num ônibus – novinho – da operadora Gaviota Tour, que nos deixou em nosso hotel em Havana. A saída novamente num carro privado.

Os taxis do aeroporto para a zona hoteleira em Havana, próxima a Havana Vieja custam em torno de 25CUC, combinem o preço com o taxista, se quiser, dá para chorar um desconto. Alguns aceitam conceder descontos. A viagem leva aproximadamente 30 minutos.  Alguns carros são modelos chineses razoavelmente novos. A maioria dos hotéis possui taxistas disponíveis durante todo o dia, combinem em seu hotel ou com os donos das casas particulares para que eles agendem o seu retorno. Os horários certinhos vão ser informados por eles, informem o horário de saída do seu voo para dar tempo de chegar antes de embarcar.

Havana Vieja - Cuba
Havana Vieja – Cuba

O Básico para Havana (Moeda, visto, vacinas, segurança, dicas)

Moeda

Pois bem, em Cuba há duas moedas, uma chamada Moeda Nacional – CUP – e outra Peso conversível – CUC. O CUP é a moeda que os Cubanos negociam as coisas no seu cotidiano, a outra moeda é geralmente utilizada para o turismo. O CUP é extremamente desvalorizado, vale algo em torno de 25 vezes menos que o CUC. Já os pesos conversíveis equiparam-se ao dólar/euro. Tomem cuidado ao receber troco para não pegar uma nota de CUP ao invés do CUC. O reconhecimento é fácil, além de vir escrito nas notas, as figuras são distintas. Enquanto na moeda nacional há pessoas – como Che Guevara na nota de 3 pesos nacionais, nas de conversíveis há monumentos. Não tem como errar.

A melhor taxa de conversão que consegui foi num grande banco que fica na Calle Obispo 255.

Visto

Há a necessidade de adquirir um visto de entrada e permanência em Cuba, ele pode se adquirido antecipadamente na embaixada de Cuba em São Paulo – pessoalmente ou pelos correios, com agências de turismo como a Abreu Turismo, ou ainda no balcão da Copa Airlines – apenas para passageiros dessa empresa, antes de embarcar. O visto custa US$25,00 e você deve levar o dinheiro trocado.

Na chegada a imigração em Cuba as entrevistas são individuais, diferente do que estamos acostumados no resto do mundo, marido e mulher são entrevistados separadamente. O agente faz poucas perguntas e te concede a entrada sem problemas. Não perca este visto, ele será solicitado na sua saída do país.

Vacinas

Como todos sabem, piorou a nossa situação como brasileiros depois deste surto de febre amarela silvestre aqui no Brasil. Antes de embarcar o agente da empresa aérea vai solicitar a você o certificado internacional de vacinas, emitido pela ANVISA. Se não tiver, não viaja.

Segurança

Cuba é um país onde a população é muito pobre, mas a despeito disso, não vi sinais de violência. O discurso entoado por todos é se gabando pela sua segurança. E realmente é muito seguro, andava de dia ou de noite com tablet (orientação), câmeras e telefone celular e mesmo assim não senti qualquer ameaça. Todo mundo está cuidando da própria vida. Um motorista de taxi nos falou que Havana tem 2 milhões de habitantes, sendo um milhão deles policiais. Fora o exagero, você vê agentes policiais nas ruas e rodovias pelo país, fazendo mesmo o seu trabalho. Me senti muito tranquilo por lá.

Dicas

Cuidado com os espertinhos (aqui chamados de jineteros) assim como qualquer lugar do mundo. Especialmente lá que a moeda usada pelos turistas vale 25 vezes mais que a moeda usada pelos locais, turistas serão sempre alvo de gente querendo se dar bem.

Os tais jineteros são pessoas comuns que puxam papo com você, perguntam de onde você é, são quase sempre afáveis, oferecem algum serviço básico – como prestação de informações, indicação de restaurantes, venda de charutos, para depois exigir uma gorjeta. As vezes se oferecem até para ir até os lugares com você, mas depois cobrarão seu preço, cuidado. Eu recomendo você já ter um roteiro estabelecido e se ater a ele. Não deem mole.

Havana - Cuba
Havana – Cuba
Internet

A internet em Cuba é um capítulo à parte. Existem hostspots (se é que podemos dizer assim) espalhados em alguns pontos da cidade. São facilmente reconhecíveis, vai haver um monte de gente sentada ao redor de uma praça usando o celular, tablet, notebook. Ou vocês podem usar a conexão de hotéis. Não vá pensando que vai até o MC Donald´s ou o Starbucks pois lá não há.

Depois de conectar à rede da ETECSA – empresa pública de comunicações – ou do hotel, você será solicitado por um usuário e uma senha. Estes dados estão disponíveis em cartões vendidos nos escritórios da ETECSA ao longo da cidade. Há também venda destes cartões nas mãos de vendedores ambulantes – cambistas – que geralmente aproveitam os indivíduos nas filas e vendem a preços mais altos – geralmente 3 CUCs.

Nos dois hotéis que fiquei, tanto em Varadero, quando em Havana, eles vendiam cartões a preços oficiais para seus hóspedes, e o melhor, sem filas ou cambistas. O cartão é como este da foto aí de baixo – os da foto já estão usados.

Cartão ETECSA
Cartão ETECSA

O preço oficial é 1CUC por hora (caro) – há cartões de 1hora ou de 5 horas. A gente até conseguiu se conectar bem no hotel em Varadero, mas em Havana foi sofrível, só em horários alternativos a conexão era boa – bem cedo ou bem tarde. Não esqueçam de desconectar quando terminar de usar a internet. Senão seus créditos vão embora. Nos casos onde o aparelho não mostra mais a tela de desconexão, sugiro “Esquecer a rede” e em seguida desligar o aparelho, ou colocar em modo avião por uns minutos.

Eu usava tudo que podia offline, e-mail, instagram e facebook – para publicar – quando minha esposa conectava o telefone ou o tablet ele descarregava tudo enquanto ela usava.

Como se locomover em Havana

Há várias opções de transporte, mas a que eu mais recomendo sempre é à pé. Isso mesmo, a gente anda muito quando está turistando. A meu ver é a melhor forma de achar os cantinhos legais que geralmente ficam escondidos de quem só se desloca em transporte motorizado. Apesar de concordar que, nos deslocamentos maiores, fora do centro da cidade, vale a pena investir num método alternativo.

Em Havana basicamente achamos as seguintes opções: Taxi, Cocotaxi, bicitaxi, taxi compartilhado, trenzinho e ônibus turístico. Os táxis comuns são geralmente carros novos que cobram por trajeto. Combinem antes o total a ser pago para não ser surpreendido com um valor mais alto que o esperado.

Capitólio de Cuba
Capitólio de Cuba
Cocotaxi

São pequenas motocicletas, encaixadas em uma cabine de fibra de vidro em formato de coco. Ideal para trajetos curtos, ou onde carros não entram. É só fazer sinal que o motorista fará seu embarque. As corridas não devem sair muito caras, vale também combinar o preço.

Bicitaxi

Disponíveis especialmente em Havana Vieja, andarão pela região com você. Os donos deste transporte tentam vender passeios pelo bairro. Combinem antes!

 

Bicitaxi em Havana Vieja
Bicitaxi em Havana Vieja
Taxis compartilhados

São carros antigos que fazem uma rota programada, e vão parando ao longo do trajeto para pegar o deixar passageiros. É a opção mais barata. combinem o preço antes de fazer o trajeto. Este é o meio de transporte mais comum para os cubanos. Uma corrida chega a custar 0,05CUC, mas talvez eles queiram meter a mão por se tratar de turista. A meu ver, este meio de transporte é quase o que um ônibus faz, ou um uber pool sem o uber.

Trenzinho

O trenzinho fica rodando pelo Malecon, geralmente cheio de crianças e com música tocando, mas acredite, por 1 CUC por pessoa. Você pode ir do começo ao final do Malecón, ou voltar, trajeto que de taxi ficaria uns 10 CUCs, e de cocotaxi uns 5 CUCs. Vale a pena?? Eu acho que vale, ainda mais se for fim do dia e você estiver com os pés maltratados de um dia de caminhada.

Trenzinho - Malecon
Trenzinho – Malecon
Havana Bus Tour – Hop on Hop Off

Ainda há a possibilidade de usar os famosos ônibus de 2 andares, estilo hop on hop off, que rodam por todas as regiões da cidade. Vale a pena dar uma rodada inicial para ter ideia de como é a cidade e de todas as distâncias que você vai percorrer, e depois ir parando. O passeio custa 5 CUCs por dia. Funciona como em todos os lugares do mundo.

Quanto tempo ficar?

Acredito que entre 4 a 5 dias completos deem com folga para cumprir o roteiro básico de Havana. Há quem fique menos tempo e há quem fique mais. Mas não recomendo ficar demais por lá, tendo em vista as outras belezas a se conhecer no país. A regra aqui é parecida com as médias cidades européias, umas 4 noites completas por lá te servirão bem.

Onde ficar em Havana

Teminha complicado eim? Pois bem, vou de cara. Das centenas de posts que li sobre o assunto, a maioria indicava ficar em casas de cubanos. Vejo este tipo de hospedagem com pontos positivos e pontos negativos.

Casa alugada

Prós: Custo mais baixo (diárias em torno de 30CUC + 5CUC para o café da manhã), proximidade com os donos das casas.

Contra: Estrutura nem sempre voltada para hotelaria. Não provê a segurança de uma rede hoteleira.Dificuldade de contato e visualização de todas as opções.

Hotel

Prós: Facilidade de acesso. Processo de reserva bem conhecido. Há muita informação sobre a maioria deles na internet. Há redes grandes de hotelaria.

Contras: Custo mais elevado. Alguns hotéis são muito antigos, mas pensando bem, as casas de cubanos também.

Melhor região e opinião

A melhor região a meu ver é em torno da cidade Velha – Havana Vieja – Paseo Del Prado e Parque central. Neste território você tem bons hotéis como o Manzana (o melhor hotel da cidade, mas, prepare-se para gastar bastante $$$), o Iberostar e o Mercure Sevilla – onde ficamos. Há muita disponibilidade de casas de aluguel também em Vedado.

Daqui a uns anos ficarão prontos dois empreendimentos no final do Paseo del Prado, perto do Malecon, de grupos europeus que se aventuraram por investir por lá. Serão hotéis enormes e moderníssimos, até destoam da cidade.

Eu particularmente sou adepto do hotel, me sinto um pouco mais seguro. Vi casas muito boas por nossas andanças, mas também vi casas caindo aos pedaços, e pelo visto aptas a receber turistas. Seja num caso ou no outro, o melhor é pesquisar.

O Mercure Sevilla é um hotel antigo, mas está bem conservado, preservando inclusive a sua arquitetura e história. Achei muito interessante.

Atrações

Passeio de Carro antigo por Havana

Não deixem de fazer o famoso passeio de carro antigo pela cidade. O roteiro é bem amplo e as vezes customizável. No nosso caso por exemplo queríamos passar pela quinta avenida, o motorista adaptou o retorno e encaixou a rua no passeio. Os carros são diversos, no nosso caso um chevrolet 1955 rosa, muito bacana e bem conservado. O motorista era o Sr. José Antonio Hernandez – telefone (+53) 5 250 8871.

Ele foi muito simpático conosco e ainda deu uma estendida no passeio para mostrar melhor um dos fortes da cidade. O ponto onde ele ficava era bem em frente ao hotel Telégrafo, perto do Parque Central. Ele nos cobrou de cara 60CUC por um passeio de uma hora, eu logo neguei, e ofereci 50CUC por um passeio de 2 horas (que ficou em quase 3 horas), valeu muito a pena. Fica a dica.

City Tour de carro antigo
City Tour de carro antigo
Havana Vieja

Passeio das 4 praças – Havana Vieja tem 4 praças históricas e principais, localizadas muito próximas umas das outras, são elas: Praça da Catedral, Praça Cidade Velha, a Praça de Armas e Praça de São Francisco. O roteiro para percorrer todas elas não tem mais do que 1,2km. Quando você percorrê-las, você ainda cumpre mais um monte de pontos turísticos e ruas de interesse.

Mapa - passeio em Havana Vieja
Mapa – passeio em Havana Vieja

 

Capitólio

O Capitólio é um marco importante na cidade e abriga as casas legislativas de Cuba, ele está em reforma já a alguns anos, está ficando muito bonito mesmo. Fica bem pertinho do Parque Central.

Capitólio de Havana - Cuba
Capitólio de Havana – Cuba
Fábrica de Charutos Partagás

Existia uma loja da Fábrica de charutos Partagás bem atrás do Capitólio, ELA ESTÁ FECHADA PARA REFORMAS NO MOMENTO, a loja está funcionando no local onde fica a fábrica – ela fica longe do centrinho – há visitas guiadas e a venda de charutos e bebidas. Por falar em bebidas, comprar o tradicional rum cubano custa mais ou menos a mesma coisa em qualquer loja de Havana. Comprei alguns para levar direto no freeshop.

Ruas

Principais ruas – Toda a cidade velha é interessante e propícia a ótimas fotos, mas as ruas mais fotogênicas são as que ficam mais próximas do mar. Não deixem de dar uma andada pelas ruas: Ofícios, Mercaderes, Amargura, O´Reilly, Obispo e Amargura. A cidade velha é bem pequena, e dá para andar em um ou dois dias toda ela à pé, recomendo que se percam um pouco por ali. Por elas você encontrará músicos, bares, turistas, muita gente, tem de tudo. Deixo abaixo um vídeo que fizemos de um grupo de músicos tocando a famosa Guantanamera.

Passeo Del Prado

É um dos limites da cidade velha, e leva do parque central até o Malecon. A caminhada proporciona um passeio agradável e ali você encontrará arte de rua, quadros, artesanato, fotos, livros e souvenirs para levar para casa se tiver interesse.

Paseo del Prado
Paseo del Prado
El Malecon

O Malecon é a área litorânea de Havana, antes que alguém pergunte, não dá para nadar por ali. Apesar do mar parecer bem limpo. O mar acaba em grandes pedras. Nos tempos dos americanos por lá eles construíram um calçadão, onde a caminhada é bem aprazível. Dá para fazer o trecho do Paseo del Prado até o Hotel Nacional à pé sem problemas.

Hotel Nacional

No meio do Malecon está o tradicional Hotel Nacional, gerido atualmente pelo governo cubano. Você pode visitar os ambientes do hotel e os jardins. Ouvi dizer que os quartos não são grande coisa e que os preços são exorbitantes. Mas a visita é bem interessante. Há um hall da fama onde há  fotos de personagens famosos que de alguma maneira se relacionaram com o país, inclusive vários brasileiros ilustres.

Praça da Revolução

Outra praça famosa da cidade é a Praça da Revolução, onde estão as imagens mais famosas dos revolucionários: Che Guevara e Cienfuegos, além do memorial Martí que propicia uma vista interessante da cidade. Os prédios ao redor são todos governamentais, e não há acesso a eles. A visita restringe-se à praça. Uma coisa interessante, há placas por toda a praça informando que é proibido usar drones. Li que quem levar tem o drone apreendido, e quem for pego usando corre o risco de ser preso por espionagem.

Museus

Museu do Rum Havana Club

Há visitas guiadas a este museu onde a história e o processo de produção da famosa bebida é contada.

Museu da Revolução

Museu que dedica-se a  contar a história da revolução, tanto o antes, o durante e o depois. A exposição é contada através de figuras e recortes de jornal. É meio que uma propaganda do regime cubano, mas vale a visita. Custa 8 CUCs para estrangeiros e 8CUP para cubanos. Ainda estão gravadas nas paredes as marcas de tiros da época da revolução.

Museu da Revolução
Museu da Revolução
Palácio de los Capitanes Generales

Interessante museu que conta a história de Cuba pré-revolução. Destaque para um dos personagens mais famosos ali presentes José Martí. Custa 3 CUCs, não percam! Nas imediações encontram-se outros prédios interessantes, como o Castillo de la Real Fuerza, o Templete, a farmácia Taquechel e o Hotel Ambos mundos onde viveu por um tempo o famoso escritor Ernest Hemingway. O museu fechas às 16hs.

Não deixem de visitar também o Castillo De Los Tres Reyes Del Morro, o Cristo de Havana e a Fortaleza de San Carlos de la Cabaña, onde todos os dias às 21hs se realiza a cerimônia do Canhonaço, precedido por uma encenação – chegue por lá às 20hs se quiser assistir-  na hora exata há um disparo de canhão, para marcar o horário de fechamento dos portões da cidade antigamente.

Restaurantes

Aqui vão para vocês as dicas sobre os restaurantes que mais gostei quando estive por lá.

Paladar La Guarida – Reserve antes, eles atendem a reservas por e-mail e pedem sua confirmação um dia antes por telefone. Jantamos por lá e foi muito bom. O jantar foi num terraço ao anoitecer.  Para retornar, pedi ao pessoal do próprio restaurante que nos pedisse um taxi, foi super fácil.

Paladar La Guarida
Paladar La Guarida

Oreilly 304 – Aqui comi a melhor lagosta da minha vida, deliciosa, super bem servida e custou apenas 15CUCs. Sobre o mojito, para mim foi o melhor de Havana, apesar do mais famoso ser do La Bodeguita del Medio. Gostamos tanto que repetimos.

Mojito - O´Reilly 304
Mojito – O´Reilly 304

Paladar Dona Eutimia – ótimo restaurante do lado da praça da catedral. Necessita de reserva.

Os bares famosos

El Floridita – Diferente do caso do melhor Mojito, o melhor daiquiri é realmente o mais famoso. Ele abre perto de 11h e fica lotado todos os dias, os daiquiris custam 6 CUCs. Há uma estátua do famoso escritor que Ernest Hemingway que era um ilustre frequentador.

Daikiri - El FLoridita
Daikiri – El FLoridita

La Bodeguita del Medio – é o lugar do mais famoso Mojito, assim como o El Floridita fica lotado o dia todo e os mojitos saem a toda hora. As bebidas custam 5CUCs cada. Também era um point frequentado pelo Hemingway e fica muito pertinho da praça da catedral. super fácil de achar.

Mojito - La Bodeguita del Medio
Mojito – La Bodeguita del Medio

Papa Ernesto Bar – Lugarzinho super agradável bem pertinho da Praça Vieja onde paramos para um café, os preços eram bons e o lugar bem agradável.

Outra área interessante onde haviam vários cafés e restaurantes legais era a rua Cuarteles próximo do museu da Revolução, ali ficavam o Café del Angel, 5 Esquinas Trattoria, Jacqueline Fumero Cafe & Boutique e Café Espada . Vale muito a visita.

 Mapa de Havana

Segue aqui para vocês um mapa com as principais atrações de Havana.

Com que destino eu consigo combinar a visita a Havana?

O destino mais lógico a se pensar é Varadero. Hoje em dia há muitas opções de hospedagem boa também em Caio largo, o problema lá é a forma de acesso. Apenas com um avião pequeno da operadora nacional, mas o lugar vale muito a pena. Quem for se aventurar a desbravar o País, a antiga capital Santiago de Cuba (é bem longe de Havana) deve ser considerada, assim como Camaguey, Cienfuegos e Trinidad.

Dois países que combinam fácil com Cuba são o Panamá e a Colômbia, aproveitando a conveniência dos voos do Brasil para lá.

Veredito

Havana é definitivamente uma cidade apaixonante. Cheia de paradoxos, mas apaixonante. O melhor de tudo em Cuba é o seu povo, que a cada dia briga para sobreviver, e mesmo com toda a adversidade que eles encontram, seguem em frente. Tenho um pouco de esperança que o progresso ainda atingirá aquela parte do mundo.

Hoje em dia grandes redes hoteleiras estão chegando por lá. Se quiserem conhecer a Cuba autêntica, aproveitem e sigam logo para lá. Daqui a uns poucos anos acho que muita coisa vai ter mudado. Foi uma viagem linda. Cuba é um daqueles lugares que com certeza temos que programar outra visita.

Outros posts sobre o Caribe

Segue aqui para vocês outros posts nossos sobre essa região abençoada que é o Caribe, cliquem aqui e vejam.

Confira aqui 9 dicas para organizar sua viagem

1 Planeje sua viagem com antecedência, quanto mais perto da viagem, mas caro sairá sua viagem.
2 Vejam nossos posts no blog para auxiliá-los no planejamento.
3 Reserve sua hospedagem no booking.com e garanta os melhores preços, reservando aqui pelo blog você não paga mais nada por isso e ainda ajuda a manter este conteúdo sempre atualizado. Clique aqui e confira.
4 Se for alugar um carro, use um site que te disponibilize as melhores locadoras do mundo todo. Em nossas viagens eu uso sempre a rentcars.com. Clique aqui, faça um orçamento e reserve. 
5 Nunca viaje sem seguro viagem, especialmente para fora do país, alguns casos além de seguro eles disponibilizam assistência, o que te economiza um tempo e evita contratempos. Clique aqui e faça já o seu. Usem o código BLOGAVIAGEM5 e obtenham 5% de desconto na contratação. Se pagarem no boleto ainda ganham mais 5% de desconto.
6 Se você é como eu e não vive desconectado, o ideal é contratar um plano de voz ou dados. Recomendo que vejam os planos da Easysim4U, clicando aqui.
7 Use um aplicativo organizador para sua viagem, como o Tripit ou o Checkmytrip.
8 Veja  também nossas redes sociais: @blogaviagem no Instagram, @blogaviagem no twitter, Blog a Viagem no Facebook, veja nosso canal no Youtube
9 Divirta-se, sempre!
{Dicas de Viagem para Havana}