Visitando Stellenbosch – África do Sul

Visitando a terra do vinho Pinotage – Stellenbosch – África do Sul. Por Blog a Viagem, em 06/02/2018.

Hoje falarei de um lugar fantástico, o melhor lugar para os amantes do vinho sul africano e fica bem pertinho de Cape Town, Stellenbosch. É a capital do vinho Pinotage, o famoso e celebrado vinho daquela região. Portanto, vamos às dicas.

Stellenbosch
Stellenbosch

Quando ir?

Aqui ficou fácil, o período ideal para se visitar Stellenbosch vai de setembro a março, se forçar um pouquinho dá até para ir em abril. Onde as temperaturas estarão mais amenas (nem muito altas e nem muito baixas – tá certo, pode fazer um friozinho, mas principalmente no período da noite), ao longo do dia as temperaturas ficarão na faixa de 20C a 30C, além de tudo não haverá muita chuva (O calorzinho do dia sendo armazenado no terreno para proteger as videiras do frio da noite).

 

Clima Stellenbosch
Clima Stellenbosch

Chegada e saída

Para chegar e sair, o caminho mais usado é ir e vir de Cape Town. O percurso total tem algo em torno de 54km, e o tempo de viagem é perto de uma hora. Saindo de Cape Town você pegará a rodovia N1 e seguirá até a saída 39. Depois você vai seguir a R304 por 14,7km até Stellenbosch.

Não tem erro. Recomendo o uso de um GPS, ou mesmo um aplicativo como o google maps caso você esteja usando um chip de dados local. Tanto a ida como a volta fizemos em contrafluxo, uma vez que o interesse de todo mundo que mora na periferia é ir até a cidade para trabalhar de dia e o inverso no fim do dia para suas casas, não sofremos com engarrafamentos.

Quando fomos eu usei um chip da operadora européia JT, que faz roaming sem cobrar a mais por isso. Caso tenham interesse cliquem aqui  confiram os pacotes e façam seu orçamento. Eu falei um pouco a mais sobre este tema neste post aqui.

Como se locomover em Stellenbosch

Aqui vai um papo sério, há quem opte por andar à pé, ou de transporte público. Mas como as atrações aqui em geral estão associadas às vinícolas, e estas ficam fora da cidade (são mais de 400 vinícolas na região) EU RECOMENDO QUE VOCÊ ALUGUE UM CARRO. Muitos tem medo de dirigir na mão-inglesa (carros com volante no lado direito) mas digo por experiência própria. Não há muita dificuldade! Só me confundi com a seta e o limpador de para-brisa que também são do lado contrário – detalhe, depois de acostumar-me, quando voltei para o Brasil eu me confundi com o meu carro aqui  no Brasil. A dica para se dar bem por lá é prestar bastante atenção no que está fazendo. Se puder, pegue um carro com câmbio automático, vai ser menos uma coisa para você ficar pensando.

Nós alugamos com a Rentcars.com, no site eu consigo cotar em várias locadoras de uma só vez. A nossa reserva saiu pela Europcar. Eu retirei no centro de Cape Town e devolvi no mesmo lugar. Muito descomplicado, você só precisará de um cartão de crédito internacional habilitado para uso no exterior, sua confirmação impressa – ou no aplicativo – e sua habilitação, não me exigiram a permissão internacional para dirigir. A locação inclusive saiu muito mais barata do que estou acostumado a pagar aqui no Brasil. Aluguei um sedan médio com câmbio automático pagando mais barato que carro básico e sem ar condicionado aqui no Brasil.

Para fazer uma cotação com a rentcars, clique aqui ou no banner abaixo e faça sua cotação.

 

Quanto tempo ficar?

Este é um tema interessante de se abordar. Dá para aproveitar a região de duas formas, a primeira fazendo um bate-volta de Cape Town, neste caso você nem ficaria em Stellenbosch, que foi o que fizemos, ou optar por se hospedar em Stellenbosch ou Franschoek. Depois de chegar na cidade até pensei que poderia ter aproveitado mais por lá se optasse por dormir uma ou duas noites na região – ou até mais se você gostar muito de vinhos. A cidade é lindinha e vale muito a pena explorar seus restaurantes e a vida cotidiana.

Onde ficar em Stellenbosch

Para quem optar pela cidade, há dois tipos de hospedagem possíveis. O primeiro a tradicional, no centro da cidade e o segundo em uma das vinícolas. Algumas delas possuem seus próprios hotéis, como o caso da Spier, que visitamos. Clique aqui para verificar os preços da hospedagem na vinícola Spier.

Para quem optar pela hospedagem tradicional na cidade, deixo aqui abaixo as melhores ofertas para o dia de hoje.


Booking.com


Quem optar por Cape Town e fizer o bate-volta, recomendo o hotel que nós ficamos, o Protea Hotel by Marriott Cape Town Waterfront Breakwater Lodge – que eu recomendo muito, é um ótimo hotel com localização excelente – do lado do V&A Waterfront – e o preço bem competitivo, segue aqui o link para a página do hotel no booking.com , é super fácil e seguro para reservar.

Caso você decida por outro hotel, aqui abaixo estão as melhores ofertas do dia para Cape Town.



Booking.com

Atrações

Em resumo: comida e bebida da melhor qualidade e muita história. É isso que você vai encontrar por lá. Vou separar este tópico de duas formas para ficar mais fácil, a primeira as vinícolas e depois as atrações da cidade propriamente ditas.

Vinícolas
 Todas elas ficam a uma certa distância da cidade, por isso o auxílio do carro é uma ótima. O passeio aqui é contemplativo e de degustação. A maioria das vinícolas possui uma área específica para degustação e restaurante, outras possuem passeios guiados pela vinícola até picnics organizados, regados a muito vinho, é claro!
Os amantes do vinho vão adorar esta parte. Mas vale lembrar, algumas delas ficam em Franschoek, cidade vizinha, mas mesmo assim muito próximas. Vou deixar aqui minha indicação para as principais vinícolas da região.
  1.  Spier Wine Farm – Fica na R310 Baden Powell Drive, Stellenbosch, 7603, South Africa.
  2. J.C Le Roux – endereço Devon Valley Rd, Stellenbosch, 7600, South Africa. Excelente vinho.
  3. Nederburg Wines (Pty) Ltd – Sonstraal Rd, Paarl, 7646, South Africa.
  4. Neethlingshof – Polkadraai Rd, Stellenbosch, 7600, South Africa.
  5. Wine Estate – Bergkelder – George Blake St, Stellenbosch Central, Stellenbosch, 7600, South Africa.
  6. Kanonkop Wine Estate – R44, Stellenbosch Central, Stellenbosch, 7607, South Africa.
  7. Allee Bleue Estate – Intersection R 45 and R310, Groot Drakenstein, Franschhoek, 7680, South Africa.
  8. Tokara Restaurant – rodovia R310 Helshoogte Road, Banhoek Valley, Stellenbosch, 7600, South Africa.
Outros pontos de interesse
Centro histórico – é uma área super charmosa e bem conservada da cidade. As atrações se concentram por aqui. Achei muito parecida com Carmel-by-the-Sea na Califórnia. A arquitetura do casario, o  ótimo estado de conservação das construções, a beleza do lugar. Tudo me agradou.
Recomendo um passeios daqueles de se perder pelo lugar, parando onde achar melhor. Há ótimos restaurantes pela cidade, alguns chamam mais atenção do que outros, como por exemplo : Rust en Vedre Restaurant, Delaire Graff Restaurant, Helena´s, Fat Butcher, Oppie Dorp e Indochine. Recomendo ainda o sorvete da Creme de Levain patisserie. Vocês não se arrependerão.
Mas a cidade não vive apenas de restaurantes, também é interessante a visita ao Jardim botânico da Universidade de Stellenbosch. A própria universidade já é um lugar interessante e vibrante para se visitar, com muitos jovens vagando por toda a sua extensão. Com crianças a dica é levá-las até o Toy & Miniature Museum, elas vão adorar. O Stellenbosch University Museum é um dos bons para se visitar por aqui. Se tiver interesse por orientações sobre a cidade, vá até o Stellenbosch Tourism Information Office e lá você encontrará pessoal qualificado para te orientar no que precisar. As igrejas da cidade são todas muito bonitas, mas destaca-se a Kerkhuis, vale a visita.

 

Mapa de Stellenbosch e Franschoek

Segue para vocês um mapa com as atrações da cidade e também com o trajeto de Cape Town para lá e de lá para Franschoek.

Com que destino eu consigo combinar a visita a Stellenbosch?

O destino clássico e mais lógico é Cape Town, mas há também Franschoek, outra cidade que compreende a região das vinícolas da África do Sul. Outra ótima opção são as cidades da rota jardim (Garden route) que vai de Hermanus até Storms River. Dá também para conjugar com Johannesburgo, o voo de Cape Town para lá dura menos de uma hora, portanto, divirta-se.

Veredito

Adorei a cidade, o clima, as pessoas, as atrações disponíveis, as vinícolas, a comida. Num próximo roteiro por aquela região quero voltar e incluir ao menos dois dias por lá. As construções centenárias e todas muito bem conservadas dão um charme para o local. Não percam, vale muito a pena.

Outros posts sobre a África do Sul

Veja mais dicas sobre a África do Sul clicando aqui.

Até a próxima!

 


Confira aqui 7 dicas para organizar sua viagem

  1. Planeje sua viagem com antecedência, quanto mais perto da viagem, mas caro sairá sua viagem.
  2. Reserve sua hospedagem no booking.com e garanta os melhores preços, reservando aqui pelo blog você não paga mais nada por isso e ainda ajuda a manter este conteúdo sempre atualizado. Clique aqui e confira.
  3. Se for alugar um carro, use um site que te disponibilize as melhores locadoras do mundo todo, em nossas viagens eu uso sempre a rentcars.com. Clique aqui, faça um orçamento e reserve.
  4. Nunca viaje sem seguro viagem, especialmente para fora do país, alguns casos além de seguro eles disponibilizam assistência, o que te economiza um tempo e evita constrangimentos. Clique aqui e faça já o seu.
  5. Se você é como eu e não vive desconectado, o ideal é contratar um plano de voz ou dados. Eu contrato sempre com a Travelmobile.com, clique aqui e confira.
  6. Use um aplicativo organizador para sua viagem, como o Tripit ou o Checkmytrip.
  7. Divirta-se, sempre!