Dicas de viagem – Como se deslocar pela Croácia

Dicas de viagem – Como se deslocar pela Croácia

Olá pessoal,

Este é um tema que me aflige muito quando planejamos nossas viagens, uma vez que ele tem o potencial de transformar uma viagem tranquila num inferno. Para não errar eu sempre leio muito sobre os destinos que visitamos.

A maioria dos países europeus é muito bem servida por uma malha viária, aeroviária e ferroviária. Alguns deles como Grécia, Itália, os países do Báltico e da Escandinávia  e a própria Croácia ainda existe a possibilidade de se deslocar usando barco.

No nosso caso a logística foi um pouco de cada um destes modos, e posso dizer, apesar das ferrovias não estarem tão desenvolvidas por lá, mesmo assim, as coisas funcionam muito bem. Pois bem, vamos as dicas:

Trecho 1: Dubrovnik – Split

Existem várias opções, ônibus, barco, carro. Nosso caso, optamos por alugar um carro. Usei a rede Sixt, peguei o carro no hotel Rixos, que ficava a uma curta caminhada do meu hotel. Saímos de Dubrovnik para Split no fim da tarde, eram 16hs. Fomos na estradinha estreita que vai margeando a lindíssima costa até Ploce, lá pegamos a autoestrada – onde a velocidade máxima permitida é de 130 km/h. Chegamos em Split com 03:30hs de viagem. O trecho é muito tranquilo.

Trecho 2: Split – Hvar – Split

Como Hvar é uma ilha, e por sinal, que ilha linda! Só chegamos até ela de barco, seja levando um carro ou não (desculpe se excluo aqui os possíveis turistas de alto luxo que pagariam uma fortuninha para ir de helicóptero até a ilha – um adendo, existe também um serviço de hidroavião que vai até Jelsa, uma das vilas da ilha).

Se você estiver de carro, você pode chegar até a ilha de duas formas, vindo de Dubrovnik, você pode embarcar numa das balsas em Drvenik e chegando em Sucuraj, no sul da ilha. De Sucuraj você pode seguir de carro até o local de sua hospedagem, provavelmente a vila de Hvar. Ainda de carro, você poderá pegar a balsa em Split e ir até a vila de Stari Grad – Só estes dois portos recebem as grandes balsas que atravessam carros – de Stari Grad você segue rapidinho até Hvar.

Se não estiver de carro, pode pegar a mesma balsa até Stari Grad e depois seguir de ônibus para Hvar, ou ainda – este foi o nosso caso – pegar um catamarã de Split para Hvar, este é o meio mais rápido, a viagem dura cerca de 01hr. O preço da passagem fica em torno de 90 kn(cerca de 13,5 euros). Existem vários horários disponíveis ao longo do dia, eu recomendo que vocês comprem as passagens com antecedência pela internet, especialmente se estiver pensando em usar os horários mais concorridos do dia. O site da empresa que usamos segue aqui. Os catamarãs não eram novinhos mas estavam em perfeito estado de conservação, limpos, com serviços disponíveis durante a viagem. As bagagens como em todas as viagens deste tipo vão embarcadas em locais específicos, neste caso dentro da cabine.

A nossa volta foi novamente para Split, de onde partimos para Zagreb.

Trecho 3: Split – Zagreb

O trecho de Split a Zagreb era bem servido de opções: ônibus, avião, carro, van, etc. Nós optamos por ir de avião, é um voo bem rápido, entre 30 e 40 minutos. Quando você assusta, já chegou.

A viagem de carro vai durar um pouco mais de 4 horas, a estrada pelo que li antes de tomar a minha decisão está bem conservada, assim como toda infraestrutura rodoviária da Croácia. Há pedágios no caminho, mas é aquele caso, acho que até vale a pena, face o benefício usufruído.

Screenshot from 2016-08-27 15-07-40

Trecho 4: Zagreb – Ljubljana

Este último trecho para mim foi o mais difícil de encontrar uma boa opção de transporte. Eu não estava de carro, até encontrei a opção de ir de trem, o trecho é feito pela empresa de trens da Alemanha – DB – mas não consegui comprar as passagens com antecipação. Só podeia ser comprada depois que chegasse a Zagreb, eu não quis correr o risco.

Pesquisei, rodei e por fim encontrei o serviço de vans Goopti, você compra a passagem pelo site – há alguns pontos de embarque e desembarque disponíveis em cada cidade. Eles te enviam a confirmação pro e-mail, porém, os detalhes como nome e telefone do motorista e placa do carro que te pegará são enviados cerca de 2 dias antes da viagem. Não teve falha. Eles cumpriram rigorosamente o horário combinado.

A viagem para Ljubljana durou cerca de 02:30 hs, com direito a uma paradinha na fronteira dos dois países para ganhar mais um carimbo, ops, para realizar os procedimentos de imigração. A van não estava lotada, estava limpa e bem arrumada. O motorista nos deixou na porta do nosso hotel em Ljubljana, não precisamos nem gastar com taxi. Durante minhas pesquisas, mandei uma pergunta ao renomado Ricardo Freire, do viaje na viagem, ele me respondeu através do seu quadro na bandnnewsfm, também recomendou o serviço.

Eu usei o mesmo serviço de Ljubljana para Veneza, naquele trecho eles nos deixaram na estaçãod e trem de Veneza, Santa Lucia. Correu tudo bem, e eu realmente recomendo. Não conhecia o serviço, uma pena que eles não atuam em todas as cidades da região, pelo que eu entendi eles atuam indo e vindo da Eslovênia. Quem for por estas bandas, podem considerar que vale a pena.

Para vocês em viagem para a Croácia, façam um seguro, clique aqui e obtenha sua cotação (aproveite o código de desconto BLOGAVIAGEM5 e desfrute de 5% de desconto na contratação) e por fim, caso se interesse por alugar um carro para fazer sua viagem, clique aqui para verificar as melhores tarifas.

Um abraço a todos vocês.

Armando