Roteiro de viagem na Europa em 2016 – Visitando Dubrovnik, Split, Hvar, Zagreb, Lagos Plitvice, Ljubljana, Veneza, Milão, Positano e Capri

Roteiro de viagem na Europa em 2016 – Visitando Dubrovnik, Split, Hvar, Zagreb, Lagos Plitvice, Ljubljana, Veneza, Milão, Positano e Capri

Europa_2016

Foi um mês de junho fantástico. Acabamos de chegar e já estou querendo voltar para lá.

O mês passou e nem notamos, graças a Deus transcorreu na mais absoluta paz. Deu tudo certo.

Começamos o trajeto em Dubrovnik na Croácia. Conhecemos a cidade e a região. Não foi por acaso que o pessoal do Game of Thrones escolheu aquela locação para gravar partes do seriado. A cidade antiga é muito legal e conservada, com rochedos e castelos em excelente estado de conservação. De lá fizemos três bate-voltas: Fomos a Montenegro, onde visitamos Budva e Kotor; visitamos Mostar – na Bósnia e Herzegovina e por fim visitamos uma ilha paradisíaca da Croácia, chamada Korcûla.

A segunda parada foi bem rápida, nos domínios de Deocleciano, Split. Adorei a cidade. Aproveitamos a cidade e fomos para outra ilha, Hvar, onde ficamos 3 dias inesquecíveis – anotem, este lugar é imperdível se for na Croácia.

Partindo de Hvar, voltamos a Split e tomamos um avião para Zagreb, a capital. O turismo por lá é super fácil de se fazer, a cidade é bem compacta e tem de tudo por lá. Aproveitamos a proximidade e fizemos um passeio de um dia para os imperdíveis Lagos Plitvice. Depois de três noites fomos para a Eslovênia, Ljubljana – sua capital. Cidade super compacta, bonita, limpa e fácil de ser visitada. No segundo dia por lá fizemos um passeio de um dia ao lago Bled, lindo lugar. Ganhamos de brinde 2 lugares pitorescos, Gorje – um pequeno cânion escavado por milhares de anos, e também a cidadezinha Skofia Loka.

Já na segunda metade do passeio entramos na Itália, Veneza. A cidade é lindíssima, cada cantinho dá uma foto boa. Por ter milhares de becos, vielas e canais a localização é bem complicada, mas não impossível. Recomendo o uso de um bom gps.

De lá partimos de trem para Milão, cidade grande, desenvolvida, rica e bonita. A visita por lá foi uma correria, tem muita coisa para ver. Quem tem dúvidas, recomendo que vá, e se tiver tempo. Reserve uns dias para andar no entorno, Garda e Como com seus lagos são boas opções.

Depois de Milão, praia,  rumamos para a costa Amalfitana, nos hospedamos em Positano, linda cidadezinha encarapitada nas encostas, o mar por alí é paradisíaco. Fizemos alguns bate-volta para Amalfi, Ravello e Praiano. Recomendo alugar uma moto, não sai caro e é super prático.

Por fim, tomamos o barco para Capri, lugar lindíssimo com suas grutas e mar multicoloridos. Os Tons de azul e verde cristalino me encantaram.

Este foi o resumo do nosso mês alucinante e inesquecível de férias. Como sempre vou fazer um post para cada lugar com as dicas mais detalhadas.

Aguardem e confirmem.
Abraços.

Europa 2016 – Dubrovnik

Europa 2016 – Ilha de Hvar

Chip pré-pago de celular na Croácia e na Itália